4 motivos para não receber currículos por e-mail – e ter um trabalhe conosco no site

Ajudando profissionais de RH

4 motivos para não receber currículos por e-mail – e ter um trabalhe conosco no site

Divulgar um e-mail para receber currículos (ainda) é uma prática comum entre recrutadores e empresários em busca de pessoas para trabalhar, porém é preciso ter alguns cuidados para não “entrar em uma fria”:

1) SPAM e vírus
É muito comum pessoas mal intencionadas utilizarem esses e-mails para enviarem SPAMs e espalharem vírus, pois passam a ser endereços conhecidos e disponibilizados na internet abertamente. Sem um sistema de anti-spam, a caixa de e-mail vira um “lixão”.

2) Desorganização
Receber 10 currículos no e-mail é uma situação controlável, mas e receber 100, 200 ou até mais? Imagine como ficará a caixa de e-mails ao receber isso diariamente. Some a isso, a possibilidade do candidato enviar mais de uma vez o seu currículo para a mesma vaga! E quando nem informa o nome da vaga?

Alguém vai ter que acabar abrindo e-mail por e-mail, arquivo por arquivo para descobrir e organizar tudo.

Adicione um trabalhe conosco grátis e simples hoje no seu site!

3) Filtros e busca
Imagine ter recebido 200 e-mails de candidatos para uma vaga e você deseja chamar algumas pessoas para uma entrevista. Por onde você começaria? Por ordem de recebimento ou por aqueles que tem mais relevância com o que você precisa para preencher a vaga (competências / conhecimentos)? 

Quanto tempo você precisaria para separar os 10 currículos mais relevantes – da pilha com 200 – para a sua vaga? E ao terminar esse processo seletivo, o que fazer com as informações coletadas nas entrevistas, testes e outros? Onde armazenar essas informações?

Não é eficaz levantar uma quantidade de informações, receber milhares de currículos se quando você precisar de alguma informação, demorar ou não conseguir encontrá-la.

4) Faltam informações no currículo
Talvez um dos problemas mais frequentes: o candidato não colocou seus telefones e preciso falar com ele! Não informar telefone para contato, experiências, objetivos ou até escolaridade, são muito frequentes. Isso significa que, nem sempre receber uma grande quantidade de currículos é garantia de um bom processo seletivo.

É preciso garantir que a pessoa, pelo menos, informe dados mínimos necessários para concorrer a uma vaga e que permitam ao recrutador fazer uma breve análise. Se você der uma “folha em branco” para a pessoa, sem direcionamento do que colocar no currículo é bem provável que faltem informações.

Ferramenta de trabalhe conosco grátis e integrável com o site

Você trabalha com recrutamento e seleção? Adicionaria mais algum motivo?

Assine a nossa newsletter e receba nossos conteúdos em seu e-mail! É grátis 😉

Tags: , ,